Uma manhã atribulada




Conclusão nº 1: Se o blog não é de todos, não será de ninguém. Se o objectivo fosse torná-lo apenas de alguns, mandava um email para familiares e amigos e resolvia a coisa. 

 

Por isso, para quem pensou que o privado era sinónimo de acesso pago ou informação privilegiada, pensou mal e conhece-me mal. (E não, ninguém me falou disso ou perguntou sobre isso).

Porém, não será esse um problema intransponível. Há uma série de posts com a tag “apresentação” em que falo de mim e das minhas motivações.

 

Conclusão nº 2: Juntar a Andreia B., a Solita, a Ana Dias e a São numa linha de comentários é algo absolutamente hilariante de se ler. O bom humor delas é contagiante.

 

Conclusão nº 3: A minha reacção foi dramática mas considero-a adequada à situação em concreto. Pelas palpitações sentidas esta manhã, o meu pedido de desculpas.

 

Conclusão nº 4: Continua a haver a necessidade de filtrar/moderar/corrigir faltas de educação e pessoas impróprias para convívio social. Não haja dúvidas quanto a isso. A moderação existe e pessoas indesejáveis serão convidadas a procurar outro local para a verborreia.

Eu não modero opiniões, apenas a forma como elas são expressas.

 

Conclusão nº 5: Ainda não adquiri a carapaça necessária para digerir os comentários impróprios contra quem aqui partilha de forma tão aberta e generosa. Mas se no início da manhã me penalizei por isso, neste momento acho que é bom que isso nunca aconteça.

 

 

 

Um pequeno esclarecimento. Ontem verificaram-se dois comportamentos indesejáveis no blog. O primeiro, porque menos gravoso mereceu uma pronta resposta, o segundo (de pessoa distinta ou não) justificou o fecho imediato do blog. 

Apenas porque temo que confundam as consequências do 2º facto com o do 1º [interpelando quem nele participou], o post passou a privado por tempo indeterminado. Ou melhor, enquanto a pessoa ofendida assim o desejar.

 

https://descontos.blogs.sapo.pt/571657.html

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *