Produtos biológicos: a ciência e os mitos

 1

Há dias encontrei um excelente podcast de comunicação de ciência que tenho de partilhar porque cheguei ao episódio que analisa as verdades e os mitos dos produtos biológicos, com base de uma síntese dos estudos mais relevantes nesta matéria.

 

Recomendo vivamente, para quem compreende o inglês.

 

As conclusões a que chegaram (só para legumes e frutas):

– o facto de ser ou não biológico, não afecta o sabor;

– o facto de ser ou não biológico não afecta o valor nutricional (de forma significativa);

– o facto de ser biológico não significa zero pesticidas;

– neste momento, não se pode concluir pela existência de correlações entre dieta biológica/convencional e o cancro e outras doenças ;*

– há correlações entre a existência de cancro e o uso de pesticidas, quando falamos de trabalhadores agrícolas (porque expostos a grandes quantidades); 

– quintas biológicas têm solos mais ricos e maior biodiversidade, mas também podem ter solos mais nitrogenados** (o que poderá ser um problema ambiental e até de saúde pública);

– a produção biológica tem menor rentabilidade.

 

Parece que as conclusões não são muito favoráveis para os produtos biológicos.

 

 

Mas, numa nota muito positiva, concluíram que também é verdade que muitos agricultores utilizam estratégias de cultura biológica, independentemente de serem biológicos ou não, como a permacultura. Fazem-no para garantir a qualidade dos seus solos.  

 

As minhas conclusões:

Os tomates e os morangos biológicos são MUITO mais saborosos que os convencionais. E ninguém me convencerá do contrário.

Vou continuar a fazer compras de produtos biológicos, visando evitar os produtos que sistematicamente aparecem no mercado com maior concentração de pesticidas (recordo que são testes nos EUA). 

O impacto ambiental e social, das agriculturas convencional e biológica, é importante para mim.

 

 

Sobre a utilização dos termos orgânico ou biológico, ver Ciberdúvidas.

 

* Muito oportunamente, a entrevistadora perguntou à cientista se comprava ou não produtos biológicos, e ela confessou que comprava para a sua criança de 1 ano. 

 

** O nitrogénio é um elemento base nos solos, e neste caso está relacionado com a utilização de mais estrume, para substituir os fertilizantes mais potentes. 

 

https://descontos.blogs.sapo.pt/3038406.html

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *